quarta-feira, 25 de agosto de 2010

"Bico calado, tome cuidado, que os homens vêm aí"



E aí, como farão os humoristas com essa repressão às piadas com políticos? Fanfarrice, né?! Rolou até passeata de protesto.
Nós não estamos tão preocupados, afinal de contas, nada do que fazemos tem graça mesmo. Bom é que é menos uma conta pra não pagar. A multa é de R$ 200 mil!

Nossa colaboradora Virgínia de Oliveira comentou algo interessante: talvez a medida tenha sido tomada não só como forma de censura, mas para evitar um tipo de propaganda fora do horário eleitoral. Isso porque mesmo falando mal, a piada gera a lembrança, que acaba influenciando aqueles que não sabem em quem votar.
Pode ser. Pode não ser.

Por via das dúvidas, NÃO ESTAMOS NEM AÍ!

A gente acha que tem muito político que, no fundo, é humorista e faz piada com a nossa e a sua cara. Eles é que deviam fechar a boca pra não serem multados. Se bem que assim eles devolveriam o dinheiros que tiraram da gente.

Fica a pergunta: e o candidato Tiririca, como faz? Se ele começar a falar dele mesmo, é impossível não dar risada. Você sabe o que ele tem falado no programa eleitoral? Coisas do tipo: "O que é que um deputado faz? Na realidade, eu não sei. Vote em mim que eu conto." e "Vote Tiririca. Pior que, tá não fica."

Veja que vídeo sensacional!



Equipe O Desenfado

3 comentários:

Anônimo disse...

Hahahaha

Pior que eu vou votar no tiririca, mas não vou falar quem eu sou se não vou ser linxado..haha

mario silveira disse...

Olá, Equipe do Desenfado!
Faz tempo que não comento seus artigos.
Aí vai um comentário, talvez longo e sério demais para este tipo de jornal on line, mas necessário neste momento especialmente político.
Sou (e na minha vida já paguei caro por isso) total defensor de todas as liberdades, sejam quais forem.
Esse é um princípio.
Agora, querer esconder, por trás da liberdade de expressão, do direito à liberdade de imprensa,a manipulação das informações, principalmente numa época eleitoral... é aí que mora o perigo!
O sistema Globo age assim.
No desespero em constatar mais uma derrrota do seu candidato, divulga, até à exaustão, determinadas notícias que, sem acrescentar um dado novo sequer, são repetidas e repetidas como uma forma de bombardeio sobre a opinião pública.
Cito um exemplo: o caso da quebra do sigilo fiscal de elementos ligados ao candidato Serra.
Errada, em princípio, essa atitude de alguém de dentro da REceita vem sendo divulgada, desde outubro de 2009 até hoje, sem que nada de novo (a não ser alguns nomes) seja acrescentado para elucidar o fato.
E... que tal ver se estes documentos contêm algo que merece uma análise mais criteriosa?
Ficar somente na preocupação (correta e passível de punição) da quebra do sigilo é tomar uma posição, a princípio inquestionável, porém que, em si, é parcial, pois veicula na mídia a associação destes nomes violados a um candidato a presidente da REpública, na reta final de campanha. SE o outro passo fosse dado, uma avaliação do conteúdo violado, mesmo com a ideia de que um crime não justifica o outro, poderia se ter uma posição, até, de maior rigor com quem quebrou o sigilo. Porém, se as pessoas que foram atingidas não têm nada a temer, isso serviria para tornar claro e mais grave o crime de quem violou.
Para mim, fica muito claro o desespero do grupo que se vê a caminho de mais uma derrota eleitoral e que , com certeza, vai levar a campanha, nesta reta final, a um baixo nível de jogo político.
ESperem, e veremos.
Para encerrar.
Será possível imaginar que, por ser jornalista, qualquer ser humano consiga ser isento de qualquer influência quando observa e analisa qualquer acontecimento, de qualquer natureza?
Isso é acreditar em bicho papão, mula sem cabdeça, saci pererê....etc.
Mario Silveira

Anônimo disse...

pela primeira vez na vida lamentei nao ser paulista, por nao poder votar no tiririca, pior que tá nao fica! hehehehehe